domingo, 3 de outubro de 2021

PROCEDIMENTO ORTOPÉDICO SURREAL NO HGM DE CODÓ: Mulher tem a perna amarrada em um galão com água de 5 litros em Hospital.

Há poucos dias  tivemos um caso parecido  onde um paciente foi amarrado em uma cama no HGM-Codó vindo a óbito logo em seguida e agora apareceu mais um caso dessa vez uma mulher que fez uma denúncia grave sobre o atendimento no principal Hospital de Codó.

Veja o depoimento da paciente: 

“Hoje eu tô com nove dias aqui dentro do hospital com um bujão de 5 litros puxando a minha perna. E o doutor quando vem aqui eu pergunto, doutor e aí, e ele diz que tá só na espera, só na espera, tá lá no sistema de espera para ver se consegue uma vaga, uma transferência e nunca. Eu tô com medo de minha perna infeccionar, com medo de perder a minha perna. Tô com nove dias em cima dessa cama” relatou a paciente em áudio que  circula nas redes sociais.

Veja o que o diretor do HGM de Codó relatou ao Jornalista Marcos Silva

Entrevista a reportagem do ‘blog’ local o diretor do HGM Emílio Matos afirmou que o procedimento com galão de 5 litros é normal em tratamentos ortopédicos e garantiu que estão tentando transferir a paciente para outro hospital

“Essa é uma senhora que faturou do fêmur. Acabei de conversar com doutor  Dualibe é uma senhora obesa, nós regulamos ainda. Ainda não havia vagas, nós lutamos, pedindo para Peritoró São Luís, pra pedir uma vaga, porque ela precisa ser transferida(…)  É real, esse procedimento aí é um procedimento ortopédico que o doutor me explicou agorinha que é normal” explicou Emílio Matos



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário