segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

Saiba o que aconteceu depois da matéria publicada pelo Blog Ímpar que questionou o comportamento de três blogueiros a serviço da prefeitura. Um deles entrou no pv do titular do Blog e só reforçou o teor da veracidade dos fatos

 Semana passada, o Blog Ímpar publicou o comportamento estranho de três blogueiros que estariam a serviço da prefeitura de Codó. Eles viraram como os codoenses podem perceber, verdadeiro portal da prefeitura e, não é assim que quem se diz informar a população deve se comportar. 

Imprensa deve ser livre e imparcial. Sobre o direito da imprensa criticar a própria imprensa, é Constitucional. Sempre quando entendemos ser conveniente criticar a imprensa diante de um comportamento incompatível com a prática, nós criticamos. Não gostamos de citar nomes por questões éticas, mas quando citarmos, teremos respaldo no ordenamento jurídico brasileiro. 

Ainda na semana passa , um desses blogueiro entrou no PV do titular deste Blog para conversar asneira. Na ocasião ele desrespeitou a formação acadêmica do titular deste Blog quando afirmamos que o mesmo não é capaz para discutir irregularidade e nem tem conhecimento jurídico para a discussão. 

Como atrevido e ousado que é,  perguntou se o titular tem número na OAB. Nossa resposta para o leigo em Ciências jurídica foi está: para ser professor de Direito e ser um jurista,  "OAB" não é requisito. Que perdemos o exame XXXII da Ordem, mas faremos o XXXIII e outros se assim precisar. 

Temos independência financeira e outras quaisquer. Não dependemos da prefeitura para sobreviver. Sem argumentos e para tentar intimidar ele falou no nome do Zé Francisco com se o titular desse Blog dependesse de prefeitura. 

Levamos grande parte da nossa vida estudando  e concluindo diplomas de curso superior. Somos Graduado em Letras, Pós- Graduado em Língua Portuguesa. 

Professor há quase 20 anos na rede pública, somos formados em Direito pela faculdade Estácio de Teresina. Especialista em Direito Constitucional e do Consumidor. 

Temos aprovações em quase 200 concurso público e isso já é suficiente para garantir a nossa independência. A atitude do blogueiro só serve mesmo para a nossa produção de provas sobre o teor da veracidade dos fatos da publicação do Blog Ímpar na semana passada. 

Exigimos que esse blogueiro procure o seu devido lugar. Porque não temos medo de nada nesse mundo, somente dos castigos divinos. Tal blogueirinho é tão insano que entra em nosso número privado e depois bloqueia com medo de ouvir a verdade.

 Blogueirinho da prefeitura bajulando o governo para ganhar uma migalha. Como diria Boris Casoy. Isso é uma vergonha. Confira o print do babaca.



Nenhum comentário:

Postar um comentário