sexta-feira, 3 de abril de 2020

Paulynho Paixão morre após sofrer dois acidentes no interior do Piauí

Paulynho Paixão /Foto: Divulgação

O jovem cantor Francisco de Paula Moura, o Paulynho Paixão, 43 anos, teve o falecimento anunciado na madrugada desta sexta-feira (03), no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), após sofrer grave acidente na PI-225, próximo ao município de São Miguel da Baixa Grande do Piauí, sua terra natal.
Márcio Show, integrante da banda do piauiense, informou que Paulynho morreu após cair quando seguia sozinho numa motocicleta para Teresina. O compositor de renome nacional sofreu fraturas expostas, foi encaminhado para urgência médica, mas não resistiu.
Mais cedo, por volta das 20h da quinta-feira, o músico havia sofrido outro acidente, quando capotou um carro modelo Corolla, nas imediações do Sítio Santo Antônio, às margens da BR-316, zona rural de Passagem Franca.

Tayanne Costa, namorada de Paulynho, postou em seguida uma mensagem de adeus nas redes sociais. O empresário de shows e eventos Alan Ribeiro também lamentou a morte de seu amigo, o Rei do Coladinho.
O velório acontecerá em São Miguel da Baixa Grande, cidade natal do cantor.

Sucesso Nacional: 
O piauiense Paulynho Paixão, o “Rei do Coladinho”, se tornou referência nacional com músicas que viraram sucesso nas vozes de artistas consagrados como Ivete Sangalo, Luan Santana, Léo Magalhães, Xand Aviões, Claudia Leite, Simone e Simaria, Dorgival Dantas, Wesley Safadão, Solange Almeida, dentre outros.
Menino criado na roça, mais precisamente na Fazenda São Luís, zona rural de São Miguel da Baixa Grande, interior do Piauí, a 138 km da capital, Francisco passou a infância ouvindo programas de música sertaneja em um radinho de pilha. Os populares Alvorada Sertaneja, na Rádio Nacional de Brasília, e Programa do Roque Moreira, na Rádio Pioneira de Teresina, eram suas companhias mais frequentes durante o trabalho no campo e também nas horas vagas.
Repasse Informativo


Nenhum comentário:

Postar um comentário