quinta-feira, 16 de abril de 2020

Mais de 100 casos de coronavírus são confirmados nessa quinta-feira

Com as novas informações, sobe para 797 novos infectados e 40 óbitos. Confira as cidades que relataram casos.

 

A Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão (SES) divulgou na noite desta quinta-feira (16), mais um boletim com novas informações sobre o coronavírus no estado. De acordo com os dados, foram registrados 102 novos casos positivos por laboratório de covid-19 no Maranhão, subindo para 797 o número de casos positivos.
Já o número de óbitos aumentou em 3, passou de 37 para 40. A SES ainda registrou 39 casos descartados e 96 pessoas recuperadas
Ainda segundo o boletim, dos óbitos, trata-se de duas pessoas residentes no município de São José de Ribamar: uma mulher, de 42 anos, com histórico de diabetes e obesidade; e um homem, de 63 anos de idade, com histórico de tabagismo e alcoolismo. O outro óbito é homem de 63 anos de idade, residente em São Luís, sem comorbidades.
O secretário de saúde também informou através de suas redes sociais:

Maranhão contabiliza 102 novos casos e mais 9 pessoas recuperadas. Matenhamos a fé e a esperança. Boletim completo no site da Secretaria

Atualmente, 28 municípios têm casos confirmados de COVID-19 no Maranhão. São eles:

Cidades afetadas no Maranhão:

  • São Luís (664)
  • São José de Ribamar (55)
  • Paço do Lumiar (26)
  • Imperatriz (17)
  • Bacabal (4)
  • Raposa (3)
  • Santa Rita (3)
  • Timon (3)
  • Caxias (2)
  • Urbanos Santos (2)
  • Vitória do Mearim (1 )
  • Governador Nunes Freire (1 )
  • Viana (1 )
  • Açailândia (1 )
  • Santa Inês (1 )
  • São Benedito do Rio Preto (1 )
  • Cajapió (1 )
  • Colinas (1 )
  • Cantanhede (1 )
  • Chapadinha (1 )
  • Cachoeira Grande (1 )
  • Altamira do Maranhão (1 )
  • Mirinzal (1 )
  • Zé Doca (1 )
  • Davinopólis (1 )
  • Trizidela do Vale (1 )
  • Bacabeira (1 )
  • Itapecuru Mirim (1 )

Testes pendentes:

Até o momento, 3.262 testes laboratoriais para Covid-19 foram realizados no Maranhão, e outros 3676 estão pendentes e com suspeita.

O Imparcial

Nenhum comentário:

Postar um comentário