quarta-feira, 25 de setembro de 2019

ZÉ FRANCISCO PODE ESTAR SENDO VÍTIMA DAS PERSEGUIÇÕES DE ROLIM E NAGIB


Como é notória a alta aceitação popular que anseia por alguém que ainda não administrou o município de Codó, talvez este tenha sido o principal fator que tem contribuído muito para a consolidação do médico codoense na preferência popular. Dr. José Francisco lidera todas as pesquisas realizadas em Codó. Segundo uma fonte que informou para a nossa Redação até mesmo as pesquisas encomendadas por políticos de São Luís já apontam uma futura vitória do médico que já ultrapassa a casa dos 40%. 

Conforme o que nossa fonte nos informou, depois que essas pesquisas chegaram ao conhecimento do ex-prefeito,que também já estaria superado pelo médico Dr. José Francisco em pesquisas realizadas em Codó. Depois dessas informações chegarem ao conhecimento de Rolim, ele não teria pensado muito e partiu logo para a trama, primeiro reuniu muitos aliados, inclusive, blogueiros que já foram seus empregados e que ainda são ligadas a Rolim, para espalharem pela cidade e até fazer enquete  incluindo o seu nome e gravarem a residência do médico.

Direto ao assunto
Em 2012, quando Rolim disputou a reeleição e no ano seguinte teve seu mandato cassado por compra de voto e abuso de poder econômico. Nessa época, segundo a nossa fonte, Rolim teria se comprometido a apoiar o filho de um membro de um tribunal e em troca ganhar uma liminar para finalizar seu mandato. Neste mesmo ano, Francisco Nagib que fazia parte do grupo de Rolim também concorreu ao cargo de prefeito de Codó. Segundo muitos codoenses, Rolim e FC tiveram que simular uma briga política para que Rolim conseguisse se eleger.

 Com essas "rivalidades" para confundir o eleitor, Rolim até ajuizou ação contra a coligação de Francisco Nagib alegando suposta compra de voto. A coligação de Nagib perdeu e recorreu, mas como ambos fizeram as pazes e nada aconteceu, tanto que Rolim tirou o mandato com uma liminar e Nagib continuou elegível, até concorreu novamente e apoiado por Rolim conseguiu se eleger apostatando em candidaturas laranja, com pouco mais de 42% apenas dos votos válidos dos codoenses.

O capítulo estranho da história
Em mais de 06 anos o TRE-MA permitiu Nagib se candidatar novamente, chegar à prefeitura de Codó e só no final de 2019 determinar a inelegibilidade de Nagib. Será se houve uma provocação de Rolim nesse processo com a finalidade de atrapalhar uma futura vitória de Zé Francisco em 2020? Já que o médico lidera todas as pesquisas? Ainda é cedo para pensar quem ficará de fora da disputa, pois o próprio Rolim ainda poderá cair. É esperar o resultado de Brasília, pois os ministros do TSE podem dá um novo entendimento e finalizar que não houve compra de voto pelo empresário FC Oliveira em sua fábrica.


BLOG ÍMPAR

Nenhum comentário:

Postar um comentário