sexta-feira, 26 de abril de 2019

UEMA é a primeira instituição do Nordeste a ser indicada para associação internacional

Oferecer educação de qualidade mesmo sem os limites de uma sala de aula, por meio da modalidade EaD, tem feito a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) levar o nome do Estado a ser reconhecido muito além das fronteiras nacionais. Prova disso, é que a instituição foi agraciada com o convite para integrar a Associação de Educação a Distância dos Países de Língua Portuguesa (EaD@PLP), com sede em Portugal, ao lado de outras quatro universidades brasileiras, sendo a única da região Nordeste.

A indicação foi feita pela Diretoria de Educação a Distância da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), órgão responsável por todas as políticas de fomento da EaD no Brasil.
Por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação (UemaNet), a UEMA vem oferecendo cursos de educação a distância desde 1998, sendo pioneira no Maranhão nesta modalidade. Formou mais de 50 mil pessoas ao longo de duas décadas, em cursos de graduação, pós-graduação, técnicos e formação continuada, além dos cursos abertos.

Para o reitor da UEMA, Gustavo Pereira da Costa, o reconhecimento aumenta a responsabilidade da instituição. “Somos conhecedores que temos um papel institucional de muita responsabilidade e, representar as IPES da região Nordeste nesse primeiro momento na Associação EAD@PLP é uma grande responsabilidade, uma vez que o Brasil se solidifica como País importante na modalidade a distância”, pontuou o reitor.

A coordenadora do Sistema Universidade Aberta (UAB), professora Ilka Serra, a indicação para compor a EaD@PLP é um reconhecimento pelo trabalho realizado em prol da educação, quebrando barreiras e sendo fator de inclusão social. “Para nós, que fazemos a UEMA cada vez mais forte na sua missão de democratizar o acesso ao ensino superior e as diversas modalidades de ensino, essa indicação representa um grande reconhecimento em nível Nacional e Internacional” disse a coordenadora do UAB” declarou.

A participação na associação resultará em uma importante troca, através da educação e de rede, além de permitir a realização de iniciativas conjuntas nos campos científico, tecnológico e de partilha do conhecimento entre alunos e professores dos diferentes países-membros, possibilitando mobilidade virtual de ensino, ou até mesmo presencial.

Criação da EaD@PLP – A Associação de Educação a Distância dos Países de Língua Portuguesa foi criada no dia 27 de novembro de 2018, por ocasião da conferência internacional sobre o futuro da Educação a Distância em Língua Portuguesa, na sede da Universidade Aberta de Portugal. Surgiu com o intuito de contribuir para o desenvolvimento dos países integrantes, através da EaD. Além do Brasil, constituem a EaD@PLP a Angola, Cabo Verde, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.


Por Marcos Monteiro(Blog Repasse Informativo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário