sábado, 8 de dezembro de 2018

Deputados do Rio querem investigar Flávio Bolsonaro

 Deputados estaduais de partidos de esquerda no Rio de Janeiro estudam pedir investigação contra o colega Flávio Bolsonaro (PSL), filho do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), após o estouro do escândalo do chamado 'Bolsogate'. A suspeita é de que ex-assessores de Flávio na Alerj abriam mão de parte de seus salários.
Reportagem da revista Veja apontou que sete funcionários que passaram pelo gabinete do parlamentar fizeram depósitos na conta de outro ex-assessor de Flávio, Fabrício José Carlos de Queiroz. Um relatório do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) identificou o montante de R$ 1,2 milhão na conta de Queiroz, além de um cheque nominal a Michel Bolsonaro, futura primeira-dama, da parte do ex-assessor e amigo da família.
A ideia dos parlamentares é encaminhar uma representação à Corregedoria da Assembleia Legislativa (Alerj). Flávio Bolsonaro, no entanto, deixa de ser deputado estadual em fevereiro, quando assumirá uma cadeira no Senado. A investigação na Assembleia poderia servir de base a uma denúncia ao Ministério Público.

Portal Brasil 247.

Nenhum comentário:

Postar um comentário