domingo, 29 de julho de 2018

CODOENSE INDIGNADO FLAGRA DIRETOR DA FCTV PILOTANDO MOTOCICLETA COM CAPACETE PENDURADO NO BRAÇO

Conforme as informações colhidas do Blog do Leonardo Alves,por volta das 08:00h da manhã do dia 27 de julho,uma sexta-feira,o Diretor da FCTV,emissora de propriedade do empresário Francisco Carlos de Oliveira,que através da Assessoria de Comunicação da gestão do prefeito de Codó,filho do empresário já mencionado,divulga as ações do governo municipal,o Diretor da FCTV,o Sr. Cícero de Sousa, foi flagrado na Avenida João Ribeiro pilotando sua motocicleta com o capacete pendurado no braço.O uso do capacete é obrigatório e indispensável para se conduzir motocicleta em via pública,a falta do uso de capacete está tipificada como infração gravíssima na Lei Nº 9.503/97-CTB( Código de Trânsito Brasileiro),no Capítulo XV- DAS INFRAÇÕES,ART.244.
ART. 244.
Conduzir motocicleta,motoneta e ciclomotor:
I-sem usar capacete de segurança com viseira ou óculos de proteção e vestuário de acordo com as normas e especificações aprovadas pelo CONTRAN;
...
Infração-gravíssima;Penalidade-multa e suspensão do direito de dirigir
Medida administrativa-Recolhimento do documento de habilitação;
Portanto,a FCTV,dirigida pelo acima citado deveria dar bom exemplo,até porque,a emissora faz duras críticas à infração gravíssima cometida por seu Diretor ao trafegar em via pública sem o uso de equipamento obrigatório,sendo flagrado por popular,que indignado,fez denúncia.
Estaria o Diretor da FCTV incluído no adágio popular"Faça o que eu digo mas não faça o que eu faço."
Ademais,o Estado Democrático de Direito,cristalizado na Constituição Federal de 1988,nossa Lei Maior,em seu ART.1º,determina que a obediência às normas do Ordenamento Jurídico Brasileiro é para todos,inclusive,para os governantes.Não é porque o Diretor da FCTV faz parte do rol de empregados de uma empresa de propriedade do pai do prefeito de Codó que ficará isento de obedecê-las.
Com a palavra a FCTV e seu Diretor.Confira a imagem na foto

Informações do Blog do Leonardo Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário